Velha e enferrujada

Infelizmente é assim que me sinto. Há algum tempo. Mais do que gostaria de admitir. Minha cabeça continua cheia de ideias, mas meu corpo não compartilha do mesmo entusiasmo. Parece querer sossego e para tanto, me impõe um número: 49.2 . Ainda não 50. Anos.
Dane-se. Meu corpo de 49.2 anos que aguente o tranco e meu entusiasmo sem idade. Braços, costas e ombros que se acomodem e me deixem dar vida a tantos planos e projetos. Prometi a eles sessões de musculação e ioga. Pediram para ser fortalecidos, sentem que estão perdendo massa muscular, força, amplitude e elasticidade. Insistem que estão ficando velhos e enferrujados.
Minhas pernas até que tem me dado sossego. Quatro horas semanais de caminhadas parecem satisfazê-las. Não do ponto de vista estético. Nem imagino onde se escondem meus músculos. Certamente nas profundezas do meu ser. Para serem resgatados e/ou ressuscitados vão exigir mais horas de musculação do que o planejado. Mas acredito que o conjunto da obra vai agradecer este acréscimo. Começo a odiar os “bullegum” que dia a dia se instalam aqui e acolá, sem ser convidados. Simplesmente aparecem. Sem autorização, permissão e sem cerimônia. Como uma visita indesejada e inconveniente.
Felizmente domei a falta de pigmento dos meus cabelos. Tenho oferecido uma incrível variedade de cores a cada três semanas. Eles tem me cobrado mais frequência. Agora a operação pigmentação capilar é quinzenal, devido à revolta das raízes.
Ainda reluto ao uso dos óculos. Idiotice e cretinice total. Não enxergo nada com menos de 0,5 cm de tamanho. O que é enorme. Na minha bolsa – já entulhada e atulhada – carrego nada menos que três óculos: meu Vitor Hugo máscara solar, meu multifocal Kelvin Klein tonteador e minha salvação pirata-de-farmácia de R$30,00, que só serve para ler, e que é uma delícia (cai-cai, não quebra, não risca, não nada. Apenas faz enxergar em toda sua extensão). Então é um troca-troca cansativo e pouco produtivo. Juro que a partir de amanhã vou perder o pirata e usar o titular, prescrito pelo oftalmo. Que se dane a tontura e a enxaqueca. O preço vale o sacrifício e eu hei de me acostumar.
Pior do que os “bullegum” não vai ser.
Se minha memória não estiver arriada é isso aí.
Só e por enquanto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s