“Jesus, o maior psicólogo que já existiu”

Acabo de ler o livro “Jesus, o maior psicólogo que já existiu.” De Mark W. Baker.
O livro estava no meu criado mudo há bastante tempo. Comecei sua leitura diversas vezes mas nunca consegui dar continuidade e finalizá-lo, apesar de suas apenas 191 páginas e seu conteúdo fácil e compreensível, tão típico dos livros de autoajuda. Possivelmente, este seja um dos motivos para seu abandono frequente. Quem leu cinco leu todos os livros de autoajuda que existem!!!!!!!!
Então, para quem gosta de livros de autoajuda, casos clínicos e frases de efeito, recomendo a leitura. O diferencial possivelmente seja a relação entre religião e psicologia que é bastante coerente.
Na pilha de livros do meu criado mudo estão vários outros livros aguardando ser concluídos. Volta e meia dou uma pegada mas eles voltam para a pilha dos rejeitados. São livros técnicos, de autoajuda, romances, contos.
Não é que não sejam bons.
Acredito que não são bons neste meu exato momento de vida, de necessidade ou de função. De repente, ao retomar – depois de tantas vezes – a leitura flui e chego à conclusão de que o livro é muito bom e não entendo como demorei tanto tempo para finalizá-lo.
E é por isso que não os devolvo à estante. Com raras exceções, a maioria valeu a pena ser lido em etapas. Não é como eu gosto de ler. Prefiro a leitura voraz das noites em claro e a expectativa da página seguinte. Sempre.
Mas nem todo livro é, nem pode ser assim.
Alguns precisam ser degustados e digeridos aos poucos.

Um comentário sobre ““Jesus, o maior psicólogo que já existiu”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s