Filmes

Ando assistindo muito filme. Acho que é cansaço. Preguiça talvez. Certeza é que sonada, produzo pouco. Dolorida, faço quase nada. A regressão em frente a qualquer telinha até tem seus encantos, quando todo resto mostra-se distante e inalcançável.
“Quero matar meu chefe” foi o primeiro desta fase. Hilário e imperdível. Certeza de boas gargalhadas. Recomendadíssimo. Fomos eu e a Si no Cine TAM a bordo de um saco de pipocas. Despedida das guloseimas e preparação para a dieta.
Sempre tive uma quedinha pelo “Predador” mas tenho que reconhecer que andam avacalhando meu Ídolo do Mal. Depois de Predador 1, 2 e 3, Predador X Aliens, inventaram o “Predadores”. Está passando na SKY. Começo a sentir pena do meu vilão.
Também assisti Cleópatra, com Elizabeth Taylor e Richard Burton. Filme antiguinho, mas um épico. Um dos meus gêneros preferidos. Também na SKY.
No cinema também fui ver “Onde está a felicidade”. Agora já sem pipocas. Bruna Lombardi é uma chef de cozinha em crise existencial, afetiva e profissional. Rapidamente o casamento entra em crise, o marido entra em crise, e por que não dizer, o próprio filme entra em crise. Entre a caminhada peregrina de Santiago de Compostela e a cidade de São Paulo a trama se desenvolve. Ora agradando ora irritando. Algumas cenas bem que poderiam ser cortadas. Poucas reflexões e insights. Algumas frases geniais, algumas risadas. “A comida é o novo sexo” foi a frase que ficou. Em meio à dieta estou à míngua. Para quem foi peregrina em Santiago de Compostela esperava mais. Muito mais. Fico mais exigente quando estou com fome.
Assisti a outras reprises. Na TV. Teve a noite catastrófica com “Um dia depois de amanhã” seguida por “Independence Day”. Do início ao fim. Além de muitos pedaços de filmes, pescarias, caçadas, obras, gazelas, zebras. Enfim, o tipo “olhar TV com o marido”. Vários filmes e programas ao mesmo tempo. Hora de buscar o bordado pra não pirar ou brigar. Com fome vivo no limite.
Nesta semana o controle remoto é todinho meu. Filmes completos com direito a comentários e se der outra recaída, à pipoca também. Maridinho foi viajar. A cama também é todinha minha.
A dieta está me deixando preguiçosa, cansada e pouco criativa. E o pior de tudo, egoísta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s