Quarentena

Dizem os antigos que 40 dias é o tempo que nosso corpo precisa pra se recuperar de qualquer cirurgia. Os médicos mais modernos afirmam que 15 dias é tempo suficiente. Depois de 3 intervenções cirúrgicas, fico com os antigos. 40 dias é o  tempo. Talvez um meio termo. Um bom número que permite alguma oscilação. Para mais, para menos. Alguma variação conforme o procedimento, conforme a pessoa, conforme as complicações. Ou seja, algumas variáveis podem alterar esta estimativa. Mas, para mim, 40 dias tem sido uma boa referência. Por esses dias, começo a confiar mais nos resultados e desconfiar menos das intercorrências. O corpo dá mostras de se aceitar e querer coisas novas. Existem fomes e desejos latentes que gritam por expressão e vida. O período ferido busca graça e energia. Quer sair de si e reencontrar seu eu mais inteiro e completo. Quer voltar ao mundo e ser. Procura por planos, projetos e possibilidades. Se aventura em experimentações consigo próprio. Quer sentir a saúde e o bem estar em cada célula. Quer a confirmação de que já pode muito. Quase tudo. Mas não tudo ainda. Já aprendi a respeitar este tempo. Talvez tenha algo de antigo em meu corpo, em minha alma. O certo é que me percebo quase lá, saindo do corredor da recuperação. Um clichê, em pleno fim da quarentena. Mas assim que é. Sento, levanto, faço caminhadas, compras, trabalhos leves, dirijo, vou ao cinema, visito amigos, traço planos e metas. Sinto que já posso. Ouso sem medo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s