O sucesso do mal humor

Estou confusa. Muito confusa. Vira e meche ouço mulheres fazendo uma relação das qualidades do homem ideal. Entre beleza, inteligência, caráter, riqueza, o bom humor aparece como uma qualidade imprescindível para o futuro companheiro e amante. Como entender então, o sucesso de Edward Cullen(Crepúsculo), Christian Grey(Cinquenta tons de cinza), Mr. Darcy(Orgulho e Preconceito), Heathclift(O morro dos ventos uivantes) e tantos outros, nos clássicos e “best sellers” aclamados pelo público feminino? Certamente, se procurar vou encontrar muitos outros exemplos. Batman? Volverine? Aquiles?…….tem mais. Muito mais. Particularmente, acho todos estes personagens charmosos e envolventes. Geniosos e mal humorados. Será que fazemos uma relação inconsciente entre nível de testosterona e mal humor? Quanto mais, mais másculo, mais viril? Mais homem? Tenho uma amiga que engravidou de um cara condescendente, bondoso, generoso. Nas palavras dela: “ele diz sim pra tudo. Que graça tem, brigar com um homem assim? Homem tem que se posicionar. Tem que ter pegada e tranco de macho.”  ??????  E ela dispensou o pai do filho dela. Alegou que não era o homem certo. Faltava o mínimo. Como é que é? Será que nosso sonho do príncipe encantado é coisa de criança e o que realmente queremos – como mulheres – é um ogro em nossas vidas? Já tinha observado a quantidade de mulher que gosta de homem cafajeste, mulherengo, cachorro. Mulher é capaz de brigar por homem que tem pegada (mesmo que o dito cujo não trabalhe, incomode)……. Mas, também tem mulher que foge deste tipo, com medo de se aprisionar voluntariamente numa infinita “tesão masoquista”.

São os ditos machos alfa.

Mulher olha e vê o homem que é, e o que não é.

Anseiam um cafajeste, casam com o bonzinho, sonham com o primeiro.

O mais viril, másculo e se for mal-humorado e bonito vira  obsessão. Será que Nelson Rodrigues tinha um pingo de razão, ao afirmar que “Nem todas as mulheres gostam de apanhar. Só as normais. As neuróticas reagem”? E que  “Amar é ser fiel a quem nos trai”? Será que estamos na contra-mão da evolução ou sempre estivemos nesta via, desejando e ansiando o inconfessável? Deu a louca nas mulheres?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s