Conecte-se, desconectando-se!

Sairia em pesquisa! Era uma questão de tempo. Basta andar de ônibus, metrô, carro, passear e observar nos parques, shoppings, no trabalho, em nossa própria casa: estamos todos correndo contra o tempo e contra a desinformação. As mídias digitais prometem – e cumprem – 24 horas de informação. São vários telejornais durante o dia, informação instantânea e constante na internet, a interconexão do YouTube, Facebook, Twitter, Instagran. Tudo isso tem  alimentado um novo fenômeno do comportamento humano: o medo de perder alguma informação (F.O.M.O.(fear of missing out)). Como se isso fosse possível! São tantos aplicativos e recursos virtuais inovados e lançados – quase que diariamente – que a batalha está perdida antes de abrirmos os olhos, todas as manhãs. A terra não parou nem o mundo dormiu. Já acordamos – diariamente – no prejuízo. Esta obsessão pela informação infinita cobra um preço alto, não percebido, por estar embutido na ilusão da modernidade. Quase não temos mais tempo para nossos parceiros, filhos, famílias e amigos. Estamos ocupados demais curtindo no Facebook, twitando, respondendo torpedos, mensagens e e.mails, baixando aplicativos, músicas, filmes, procurando e baixando fotos, atualizando nossas redes sociais, lendo as notícias da última hora. Isso, quando não estamos adiantando expediente de trabalho. As pesquisas revelam que, por conta desta nossa consentida invasão de privacidade, trabalhamos 45 dias por ano sem receber um tostão a mais pelo serviço extra. Nós mulheres, ficamos conectadas 45% de tempo a mais do que os homens( principalmente nas redes sociais), sem contar nossas pesquisas na internet (receitas, horários de cinemas, etc.), respondendo e.mails ou alimentando blogs (aqui do camarote, posso afirmar que são várias horas semanais de dedicação). Ou seja, estamos trocando afeto por informação e exposição. Optamos pela solidão na multidão. Por ser uma opção, podemos mudá-la. O detox digital – como é chamado – consiste em nos desligar e religar ao que realmente é importante em nossas vidas, buscando equilíbrio entre o virtual e o real. Nossos companheiros, filhos, familiares e amigos agradecerão. Nosso corpo, nossa mente e alma, idem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s