Lado criança

Tenho ninado meu lado criança como há muito não fazia. A gente cresce e não percebe. Quando vemos, trocamos de brinquedos, de compromissos, de ocupações. Casamos de verdade com o papai da casinha, criamos nossas próprias bonecas, fazemos acontecer a brincadeira de casinha todos os dias e a transformamos numa realidade, nem sempre tão divertida. A gente amadurece e nem percebe. De repente, o príncipe vira ogro e engolimos mais sapos do que imaginávamos ser capazes. Horários e responsabilidades indicam que precisamos ser, não mais crianças. E isso acontece tão rápido, que o que fica são névoas de bonecas, carrinhos, bolitas, casinhas, livrinhos, panelinhas……imersas na magia e energia de outra época. Os bonecos que fiz estão encaminhados e fazendo sua própria brincadeira com a vida. Minha casinha ficou maior do que imaginei (mesmo não sendo o castelo da Cinderela). Fazer comidinha, dirigir meu “peresh caret” (carrinho de lomba) e criar ação e utilidade no dia a dia e na vida, me mostrou o que é esforço e perseverança. Ah, e casei com meu príncipe encantado que virou o papai da casinha. Brincadeira de criança vira brincadeira de gente grande, sem a gente perceber. Hoje, quando faço meus scraps, leio Harry Potter, assisto Toy Store, Shrek, ou jogo paciência no computador, sei que minha criança interior sobreviveu e está muito bem, obrigada. Por isso, ontem comprei meu presente de Dia da Criança. “Um smash”. Minha criança interior está saltitante, dando cambalhotas de tão feliz. Sabe como é, a gente pode envelhecer e nem perceber.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s