Soninho

Queria voltar no tempo

E ter sono de elefante.

Sono de colibri cansa.

Não descansa corpo, nem alma.

Ou então,

Se possível fosse,

Preferiria ter sono de gato

Que vive na eternidade,

Indo e vindo

Partindo e chegando.

Corpo e alma

Eternamente renovados.

Nada de sono de anjinhos.

Eles também cansam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s