Cancún – Nido de Serpientes

DSC05077

Tem coisa melhor que viajar? Tem. Claro que tem. Mas viajar é uma das melhores coisas que existem. Sair de casa, do bairro, da cidade, do país. Sair de si mesmo e desbravar um novo mundo dentro e fora da gente. Se reconhecer diferente, e ser, de fato, diferente. Sair da rotina, da vida sabida e conhecida. E conhecer este mundão lindo, cheio de histórias, mitos, culturas, pessoas. A Terra – o paraíso redondo – cruzado por linhas retas, angulosas e serpenteantes. Pontos cardeais e colaterais que colidem e se fundem em si mesmos. Cada viagem, uma escolha. O resto são consequências: a preparação, a expectativa, a aventura diária, as fotos, compras, comes e bebes. Vinte e quatro horas inéditas por dia. Pouco importa como e onde. Importa ir, aproveitar, chegar, e se possível, voltar com a viagem impregnada nas células da própria história. Já viajei e fotografei muito. Escrevi pouco. Preciso correr atrás. Cancun foi um marco, a família no paraíso caribenho, comemorando 15 anos de casamento. Bodas de Cristal? Perfeito. Aqui, alguns resgates e scraps de fotos de uma época ainda não digital.

DSC05080No início de agosto de 1997, meu marido, filhos e eu viajamos para Cancun, no México. Foi nossa primeira grande viagem internacional em família (não contando as idas ao Uruguai, Paraguai  e Argentina, por supuesto).

DSC05082O mês de agosto estava insuportavelmente caliente, mas a vontade de conhecer e aproveitar tudo ao máximo, foi primordial para que diariamente fizéssemos um novo passeio, um novo pacote: assim, conhecemos lugares maravilhosos e inesquecíveis como Chichen Itza, Tulum, Cozumel, Xcaret, Xel-Ha e a própria Cancun.

DSC05078

Chichen Itza – A capital do Império Maia.

DSC05079

Xel Ha – Aquário Natural. A Lagoa Azul?

DSC05081

Snorkel nas águas cristalinas de Cozumel.

DSC05084Como em toda viagem, muitas histórias pra contar e relembrar: o primeiro topless, O Zuppa, minha quase viuvez por um cabelo inflamado, “homem não entrega homem”, os dois eternos chocalhos de turista ….. e a certeza de que, Cancun deve ser revisitada. Sempre, agora, já.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s