Tem coisa melhor que viajar?

Claro que tem. Mas viajar é uma das melhores coisas que existem. Sair de casa, do bairro, da cidade, do país. Sair de si mesmo e desbravar um novo mundo dentro e fora da gente. Se reconhecer diferente, e ser, de fato, diferente. Sair da rotina, da vida sabida e conhecida. E conhecer este mundão lindo, cheio de mitos, culturas e pessoas. A Terra – o paraíso redondo – cruzado por linhas retas, angulosas e serpenteantes. Pontos cardeais e colaterais que colidem e se fundem. Cada viagem, uma escolha. O resto são consequências: a preparação, a expectativa, a aventura diária, as fotos, compras, hoteis, restaurantes, passeios. Vinte e quatro horas inéditas por dia. Pouco importa como e onde. Importa ir, aproveitar, chegar, e se possível, voltar com a viagem impregnada nas células da própria história. Já viajei e fotografei muito. Escrevi pouco. Estou correndo atrás.

Montagem com fotos da internet
Montagem com fotos da internet

Viajo hoje, volto na metade de junho, espero que cheia de histórias pra contar. Neste meio tempo, o blog vai se manter ativo – dia sim, dia não – graças ao pré-agendamento. Com exceção dos três primeiros textos (Preparando as malas; Roupas, o que levar; e, Banho de Beleza) todos os outros textos são curtos, reflexões e miniaturas.

Arrivederci! Bye Bye! Auf Wiedersehen! Hasta pronto! Até a volta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s