Nininha

DSC03702

Nina, Chanel, Chanelita,

Nininha, Bebê.

Era menina peluda

negra, brilhante.

Jeito de gatinha manhosa, meiga e mimosa.

DSC03791

Chegou pequenina miando solto.

olhou o olho amarelo no meu,

e ficou.

Nos encantamos.

DSC05656

Meu olho azul e meu coração apaixonou.

Dormia junto. Ao lado. Aos pés. À volta.

O espaço era felino e afetivo.

Fingia acordar quando acordava – eu.

DSC05003

Descia escada, quando descia – eu.

Sinal de o dia começar.

Ela e eu a zanzar.

Queria ter também – ela – sua privacidade.

DSC04392

Debaixo do pinheiro, da roseta,

no banho de sol na floreira,

no sofá da sala,

DSC05665

na invisibilidade do dia, do tempo, do espaço,

ela sumia.

Ronronava ao toque,

espreguiçava gostoso, feito iogue.

Miava comida.

Miava rua.

Miava colo.

DSC04462

Miado cessado.

Nina voltou pra casa.

Voltou pra eternidade.

– onde vez ou outra se refugiava, desconfio –

DSC03927

Ela não esperou por mim.

O tempo dela era diferente do meu.

Perdi ela pra sempre.

Ela – agora – se esconde em mim.

DSC05751

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s