Convite

Quando vi, dei de cara com o Apêndice d“Os esconderijos do tempo”. Não encontrei nem porões, nem sótãos, e, ah, como eu gosto destes lugares! Passei tão rápido – voraz quem sabe, afoita talvez – que li e mal vi Mario Quintana. Decidi degustar os esconderijos e o tempo com mais parcimônia da próxima vez. O tempo por si só, some. Nos esconderijos, tudo se perde, perdi a leitura. A capa vermelho-fugido rabiscado me convida sorridente, quer mostrar o que não vi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s