Exigente

A gente escova dentes,

 cabelo,

toma banho,

veste-se, arruma-se, ajeita-se,

Tudo, tudo, tudo 

faz-se

tão mecânico, automático e robótico.

Assim,

a gente come,

e

se completa com tudo.

  O corpo se satisfaz,

afoga-se em delícias e prazeres.

Mas,

nem dentes, nem cabelo,

nem o tudo, tudo,

soam o alerta.

O corpo,

este sim,

é implacável:

ele não gosta

nem de desatenção,

nem de descuido.

De tempos em tempos

ele se expande,

transborda.

Quer aparecer,

ser percebido,

ter atenção.

Torna-se exigente:

nada de fasts foods.

Ele quer:

poucas calorias + muitos exercícios + total disciplina.

Então,

pra variar,

lá vou eu de novo:

Dieta à vista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s