Aniversário Feliz

13 de maio. Dia de Nossa Senhora de Fátima. Dia do meu aniversário.

Lembro de quando era criança. Todo ano tinha festinha. Podia faltar tudo, só não bolo de chocolate. Vinham os amigos, os bibelôs de presente, os parabéns cantados, beijos e abraços. A expectativa era grande, o dia parecia me transformar num ser agraciado e especial, onde repreensões e broncas eram terminantemente proibidas, olhares bondosos e generosos muito bem vindos. Adolescente, troquei os bolos de chocolate por LPs do Peter Frampton e Rita Lee, ou por perfumes e maquiagem da Avon. Casei, tive filhos, me formei, comecei a trabalhar. Meus aniversários começaram a ser atropelados pelo corre-corre de ser mãe, esposa, dona de casa, profissional, filha, amiga … De repente, o dia 13 de maio passou a ser um dia como outro qualquer. A família ligava, o marido e os filhos cantavam os parabéns a você. Depois de algumas desilusões, decidi comprar eu mesma o presente que queria. Veio o Ninho Vazio, os filhos saíram de casa e começamos, meu marido e eu, a aproveitar a baixa temporada pra viajar. Foram anos e anos comemorando o aniversário com alguns poucos amigos. Fora de casa, do país, da vida vivida no dia a dia.

Este ano passei meu aniversário na casa nova, cidade e vida nova. Em plena quarta-feira, em ritmo de retorno ao consultório, finalização da construção, problemas e acabamentos, arrumações e listas de pendências a providenciar, consertar ou fazer. Amanheci cedo e cedo fui informada que o técnico que deveria iniciar um reparo em todo o piso da área íntima – prometido há 2 meses – não viria. A serra que ele necessitava para executar o serviço não havia chegado e ele não tinha o que fazer. Montei no porco. Sabe aquele dia – misto de TPM, copo transbordando, uma discussão matinal idiota (fruto dos dois primeiros itens) e minha paciência explodiu como balão em dia de festa. Peguei o computador, acessei o site da empresa fornecedora do piso problemático e fui direto ao SAC. Meti a boca no trombone. E aí, azeda como um limão, terminei minhas arrumações e avancei o dia. Furiosa. Indignada. Tadinha da minha mãe e filha – as primeiras a ligar – uma só ouviu choro e resmungos. A outra, nem me ouviu (preferi nem atender, imagina onde andava minha sanidade emocional). Pelo menos, meu trabalho avançou a passos largos. Sou um ser movido tanto por estímulos positivos, como por estímulos negativos. Mas, são os estímulos negativos os mais poderosos: quanto mais raiva, mais eficiente e produtiva. E assim, praticamente terminei minhas arrumações e organizações.

À tarde, hora daquela espichada no esqueleto e uma rápida espiada no Facebook, e … com alguns cliks, me redescobri, uma privlegiada.

Tantas mensagens carinhosas, presentes, flores, beijos, abraços, parabéns… todos virtuais, todos muito especiais. Me emocionei ao reencontrar amigos de infância, do trabalho, pacientes, colegas, amigos e conhecidos de outras épocas, lugares e vínculos. Um singelo Parabéns foi capaz de cutucar meu azedume e minha alienação neurótica. Pra completar, uma ligação da Legião da Boa Vontade. Ouvi – primeiro irritada, depois comovida – a gravação de uma criança agradecendo minha doação mensal.

Hora de parar o dia e recomeçar. Um banho quente, um chá de capim cidró (pra acalmar), biscoitos e um cobertorzinho.

Precisa de tão pouco pra gente se sentir bem e ser feliz!

Obrigada a todos os anjos e amigos – virtuais e de carne e osso – que tornaram meu dia melhor e mais colorido.

Um Aniversário, enfim, Feliz.

Hoje não teve bolo de chocolate, mas, em algum momento do dia voltei a me sentir um ser Agraciado e Especial.

Obrigada a todos.

1602016_748930445118659_1309827490_o

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s