Uma grande viagem

Uma ideia de viagem me assunta.

Nada a ver com a Índia, o Japão ou a Namíbia.

Nem com os Alpes.

Tudo a ver com minha interioridade e meu recolhimento.

Jung – eu sei – foi quem melhor explorou este lugar.

Freud também.

Ando precisada deste meu lugar.

Por ora, minha mala está repleta de mantas e cachecóis.

Legs e blusões. Necessaires e pijamas.

Uma visita à casa de Jung, em Zurique.

E em Viena, à casa de Freud estão programadas.

Lugares onde

– quem sabe –

Encontre ingressos e folders

Para minha grande viagem.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s