Poesia Contemporânea. Será?

Acabo de ler o livro de rabiscos e poesia

de uma artista, poeta, escritora,

rica e famosa.

Andando de 4, rastejando e esgueirando sinto-me

a mais jurássica de todas as criaturas,

frente à poesia moderna.? Será?

Impressa em livro de arte. 327 páginas.

Coisa fina, digna de desfilar pelos livings mais sofisticados e tidos,

como entendidos em arte.

Páginas xerocadas entre linhas, traços, abraços, espécimes de desenhos.

Coisas da modernidade. Bem vinda.

Acho.

Me intriga usar e fazer

rimar c _ , “bo _ eta” , vai se fu _ _ _ ,  “pu _ _ eta” em alguma poesia.

Algo ou tudo, um tanto quanto indecente, pra não dizer vulgar,

socado numa das mais respeitadas e veneradas artes.

Devo ser muito carola.

Mas, quer saber?  Gosto de ser carola no quesito palavrões X poesia.

Esta Caroláine me veste muito bem.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s