Devo(lu)ção

Vim lhe pedir que devolva minha vida.

Eu a dei de bom grado,

embrulhada em amor, perfumada de paixão.

Vim lhe pedir que a devolva.

Não precisamos explicar o ocorrido.

De algum modo, ambos sabemos.

Todos sabemos.

Apenas devolva minha vida

embrulhada em papel craft ou jornal.

Desamarrada e descolada. Solta.

Ela se basta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s