Descansa pés

Ou seriam puffs? Pra mim tanto faz. São úteis e muito fofos.

Assim que vi na casa de uma amiga, decidi que faria alguns: um ou dois pro atelier, três pra casa da minha mãe, mais alguns de reserva. Gosto de presentear amigos com meus trabalhos. O preço e o resultado final compensam: sem contar meu trabalho – que é pura curtição – cada puff deste modelito (redondo, quadrado ou retangular) custa cerca de R$ 70,00.

puf5

Depois de providenciar os materiais, hora de crochetar. 

Assim que começo o primeiro trabalho com fio de malha percebo que existem falhas/nós em toda sua extensão. Algo em torno de 10 falhas por kilo, que é como a gente compra o fio de malha. Cones de 1kg. Aprendo a cortar a falha e colar com a cola universal para artesanato. Seca rápido e a falha desaparece na trama do crochê.

 

O que pude perceber neste início de curso é que tudo gira em torno do ponto baixo, baixíssimo e alto. E as correntinhas. Prepare-se para desmanchar seus trabalhos, pois conforme o material do fio (lycra, malha fina ou grossa) ele pode ficar grosseiro ou espichar demais. O puff creme tive de refazer 3 vezes, porque o fio de malha usado era fino e elástico e se espichava demais.

A novidade foi o círculo mágico. Aprendi por repetição. Faz, desfaz, faz, desfaz, faz, desfaz até aprender. A grande vantagem de iniciar o crochê com este círculo (e 12 pontos altos) é que facilita muito o trabalho com o fio de malha, que normalmente, é muito grosso.

Esse tutorial ensina exatamente do jeito que aprendi a fazer.

Para este tipo de puff, várias etapas são trabalhadas:

  1. A pintura das bases de madeira. Optei por este stain. Um tipo de verniz fosco que precisa de duas demãos para dar um acabamento adequado.

puf6

2. Preparação do forro de tecido para o estofamento. Depois de cortar a espuma com uma faca de pão, no tamanho da base do puff (acho que poderia aumentar uns 2 cm do valor exato), é hora de fazer a capa de tecido. Um conselho: leva para um estofador ou costureira. É mais fácil. Até tentei fazer, embalada pela série “O tempo entre as costuras” da Netflix. Mas, diferentemente da personagem Sira Quiroga, não levo jeito para costura.

 

Como a parte de baixo da espuma fica em contato com a base do puff, aproveitei esta capa horrorosa que costurei. O encaixe é feito com a última carreira do crochê que depois de diminuído – em ponto baixo – e concluído, é finalizado com o fio de malha remanescente, transpassado com agulha de tapeçaria. Puxa-se com força (cuidado com o fio que pode se romper)  até que o conjunto crochê + espuma fique bem firme sobre a base de madeira.

puf10

Ajeita o crochê e está pronto.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s