Pq o tempo voa

Clichê sim. Verdade também. O tempo escoa entre os dedos, os dias, os dissabores e as delícias da vida. Quarta foi dia de fazer exames e saber que minhas carótidas, apesar do colesterol um pouco alto, estão ótimas. Nada de placas de gordura nas artérias. Uma rápida passada na exposição DI, que está no CIC, e à noite, um carteado com Julio e Cristina C. Tem dia de perder e de ganhar. Perdemos. Graças a minha colega que não estava em dia inspirado (sendo bem generosa). A noite quase varreu a madrugada e a quinta acordou tarde e modorrenta. Fui fazer cerâmica sem grandes expectativas. Elias resolveu trabalhar no jardim, virado num grande salseiro. Ou seria um inseiro? Calor e chuva e a natureza arrebenta inteira e cresce selvagemente. Falei sobre a felicidade de vê-lo acabar com o lixo nos canteiros e ele me disse que lixo era eu, fazendo gestos de gorda e grande. Ou seja, um grande lixo. Deus do céu, o que é a grosseria masculina? Será que não percebem o quanto machucam? Nada como alguns dias de silêncio e solidão!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s