Planos, sonhos, projetos, ou … delírios? Quem poderá saber.

Acordei mega motivada. Isso é bom. A vontade era de fazer tudo o que rondava minha cabeça. Adoro quando me empolgo com alguma coisa. É como paixão. Vai pipocando e ardendo até que não tem mais jeito. Tem que levantar da cama e começar. Qualquer coisa. Sei também que tudo que é demais ou exagerado e acaba não saindo do plano das ideias, acaba por me desmotivar. Acordei disposta a colocar a casa em ordem, a roupa pra lavar, fazer meus crochês, terminar o tampo de mosaico, escrever posts pro blog e começaria a programar uma ideia que vem me assuntando algum tempo. 

E se eu abrisse uma galeria de arte? 

Esta ideia vem me sondando desde que um imóvel de minha mãe ficou desocupado. Por que não? Poderia repaginar o espaço pra atender minha veia artística e também minha veia terapêutica. Ter um espaço pra me dedicar a duas das minhas paixões, a arte/escrita e a psicologia … mas, o que seria dos planos se não fossem os mas … tenho uma vida em Florianópolis, casamento, marido, casa, pacientes … como conciliar tudo isso? 

Um projeto. O sonho que existe. 

Talvez não seja o momento. 

Como fazer para conciliar duas vidas?

Delírio. Talvez.Quem sabe mais adiante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s