O que li nos dois últimos anos


Faz tempo que não escrevo sobre o que ando lendo. De fato, ando lendo de tudo
um pouco. Várias releituras, livros encalhados e novos, indicações de pacientes,
colegas e amigos, e desde 2021, livros do Clube TAG. Todo final de mês recebo
uma caixa com o livro do mês (as xs dois) algum mimo, um roteiro de leitura com
dicas de livros semelhantes, músicas para embalar a leitura, enfim … a
experiência me lembrou de quando eu fazia parte do Clube do Livro, na década
de 70. Sinceramente, estou avaliando se continuo ou não sendo sócia da TAG.
Tem livro excelente, outros nem tanto. Ando saudosa das tardes entre os livros
na livraria, da minha eterna e infinita listinha de indicações, encomendas, Black
Fridays com preços baixézimos. Dias atrás fui ao shopping em busca de
presentes de Natal. E livros são presentes que adoro dar e não podem faltar. Fiz
minha encomenda, comprei pra dar de presente (reavaliando ….) e comprei dois
livros da minha famigerada e ultrapassada lista de livros indicados.
Na livraria, fiquei atônita com a quantidade de livros, autores e títulos. Quanta
novidade!!!A vontade era de levar de braçada. Masmasmas … tem o gasto fixo da
TAG, tem livros a perder de vista ainda não lidos. Outros tantos que quero reler.
Sem contar as Obras de Freud, que aguardam leitura e estudo há uma vida, pelo
menos.
Relendo posts antigos percebi que não publiquei nem a lista dos livros lidos em
2021, nem a de 2022, quase finalizada. Por isso, seguem as listas:

  1.  Claraboia – José Saramago
  2. Consciência à flor da Pele – John Updike
  3. O formigueiro – Ferreira Gullar
  4. Primeiro Caderno do alumno de poesia – Oswald de Andrade
  5. A crise da meia-idade feminina – Sue Shellenbarger
  6. A revolução das plantas – Stefano Mancuso
  7. A consciência de Zeno – Ítalo Svevo
  8. Assim foi Auschwitz – Primo Levi
  9. Arte como terapia – Alain de Botton&John Armstrong
  10. Herois Comuns – Scott Turow
  11. Sol da meia-noite – Stephenie Meyer
  12. A trança – Laetitia Colombani
  13. Terra Americana – Jeanine Cummins
  14. Meu corpo minha casa– Rupy Kaur
  15. Ser artista (Guia para uma carreira sólida no mundo da atuação) –
    Marcos Montenegro com Arnaldo Bloch
  16. Toda luz que não podemos ver – Anthony Doerr
  17. Casais em perigo (Novas diretrizes para terapeutas) – Peggy Papp
  18. Tudo é rio – Carla Madeira
  19. A ridícula ideia de nunca mais te ver – Rosa Montero
  20. Enclausurado – Ian Mc Ewan
  21. Segredos – Domenico Starnone
  22. O livro das Semelhanças – Ana Martins Marques
  23. Herdando uma biblioteca – Miguel Sanches Neto
  24. Encaixotando minha biblioteca – Alberto Manguel
  25. Woody Allen – A Autobiografia
  26. A trégua – Mário Benedetti
  27. Os cem anos de Lenni e Margot – Marianne Cronin
  28. Aprender a falar com as plantas – Marta Orriols
  29. A biblioteca à noite – Alberto Manguel
  30. Correspondências – Clarice Lispector
  31. Água viva – Clarice Lispector
  32. O museu do silêncio – Yoko Ogawa
  33. O arroz de Palma – Francisco Azevedo
  34. Um amor de gato – Melinda Metz
  35. Clara da luz do mar – Edwidge Dandicat
  36. Perdas & Ganhos – Lya Luft
  37. Pensar é transgredir – Lya Luft
  38. É tudo tão simples – Danuza Leão
  39. Roube como um artista – Austin Kleon
  40. A Parisiense – Inês de La Fressange
  41. Bonsai – Alejandro Zambra
  42. Erros fantásticos – Neil Gaiman
  43. Sete minutos depois da meia-noite – Patrick Ness
  44. Na sala com Danuza – Danuza Leão
  45. Trem Bala – Martha Medeiros
  46. Feliz por nada – Marta Medeiros
  47. Coisas da vida – Martha Medeiros
  48. Fique comigo – Ayobami Adebayo
  49. Divã – Martha Medeiros
  50. Quase tudo, memórias – Danusa Leão
  51. Lições de vida das grandes heroínas da Literatura – Erin Blakemore
  52. Seca – Jane Harper
  53. Eu sou eles – Francisco Azevedo
  54. Southernmost – Rumo ao sul – Silas House
  55. Tempo de migrar para o norte – Tayeb Salih
  56. Indígenas de férias – Thomas King
  57. Uma questão de vida e morte – Irvin Yalom & Marilyn Yalom
  58. A caderneta de endereços vermelha – Sofia Lundberg
  59. Mulheres de minha alma – Isabel Allende
  60. O meu melhor – Martha Medeiros
  61. Você não está sozinha – Seraphina Nova Glass
  62. Casas Vazias – Brenda Navarro
  63. O parque das irmãs magníficas – Camila Sosa Villada
  64. K. – B. Kucinski
  65. Com armas sonolentas – Carola Saavedra
  66. Talvez vc deva conversar com alguém – Lori Gottlieb
  67. Antes que o café esfrie – Toshikazu Kawaguchi
  68. A ilha das árvores perdidas – Elif Shafak
  69. As melhores dicas de Garden Design n. 1 – Um guia prático e de
    inspirações
  70. Apocalipse Bebê – Virginie Despentes
  71. Um Caso Mortal – Agatha Christie
  72. Desculpe o exagero, mas não sei sentir pouco – Geffo Pinheiro
  73. Cartas a um jovem terapeuta – Contardo Calligaris
    Difícil indicar o melhor.
    “A Revolução das Plantas” de Stefano Mancuso em 2021 e “O parque das irmãs
    magníficas” de Camila Sosa Villada em 2022 são memoráveis. O primeiro pelo
    tema absolutamente novo e singular: a flora vista como um enorme organismo
    vivo em movimento e constante evolução. Surpreendente.
    ”O parque das irmãs magníficas” é por demais impactante. O universo LGBT
    retratado de forma única.
    Ambos, valem a leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s