Arte em poesia

Fui crocheteira, tricoteira, bordadeira, tapeceira. Linhas, lãs, agulhas e pontos me teceram meiga e carinhosa. Acolhedora insaciável. Aprendi a domar minhas entregas pra não ser desperdiçada. Me embrulhei em papeis, tesouras e estiletes e recompus minha história em álbuns de retratos decorados. Foram anos acertando pontas e redefinindo arestas. Me apaziguei. Perambulei por panos e…

O muito que se faz com pouco

O scrap, assim como o patchwork, o mosaico, a literatura, a pintura e tantas outras artes, existem graças à união de quantidades incertas de vários materiais e inspirações. O muito que se faz com pouco engrandece retalhos de tecidos, fitas e linhas; papeis, colas, folders, ingressos e mapas; azulejos, pastilhas de vidro, cacos de porcelanas…

Tinta e poesia

As pessoas sempre me perguntam o que são minhas telas. O que elas – as telas –  representam. Arte não se explica. Se sente. Digo que elas são o que a pessoa quer que sejam. Arte Moderna tem disso. Minha arte – nada mais é – do que um portal para meu inconsciente. Espero sempre…

A arte que nos cerca

“Em 2006, enquanto tecia uma trama em metal e vidro no atelier, uma aranha apropriou-se dos fios que a prendiam no espaço e iniciou sua própria construção: uma teia que contornou o trabalho por inteiro. Pensei em expulsá-la quando notei que sua trama era semelhante à minha. Durante um mês, trabalhamos simultaneamente na mesma hora….

Apenas guarde ……

Li na semana passada – entre outras coisas – o livro “A Vaca e o Hipogrifo” de Mario Quintana e o artigo “No topo da arte” da revista Cláudia, de setembro. Parece que vieram como Romeu e Julieta, o famoso doce mineiro goiabada e queijo – e quem não gosta? – e acabei fazendo uma…