Convites

Uma novela! Depois de 20 dias, enfim, os arquivos dos convites foram encaminhados para a gráfica. Depois de …….enas de ligações (dezenas ou centenas, nem a própria Fernandinha tem ideia do quanto saturou as semanas da pobre Lorenza). Depois de inúmeros “bonecos” (moldes), impressões, revisões, dúvidas e choro. Depois de tudo, os convites ficaram como ela queria. Agora é só esperar e ver a arte impressa. Convites supõe convidados. Outra novela!!!! A lista de convidados é um capítulo à parte. Até o desligado do Felipe entrou na roda. Expert em “Excell” criou listas inteligentes para o detalhamento e organização da irmã. Foram várias versões e atualizações, até chegarmos à versão final. Convidados da noiva e do noivo, da família da noiva e do noivo, confirmados que vem, confirmados  que não vem, quem é dúvida, nomes, endereços,  telefones, e-mails, quem precisa de acomodação, transporte. Pura logística e uma maratona de telefonemas, atualização de agendas, notícias e fofocas. Verdadeiras visitas por telefone. Como disse a Fernanda: “Essas ligações não rendem”. Ficou a promessa de que no dia do casamento teremos a noite inteira para conversar e colocar anos de vida em dia. Dizem que casamentos e funerais são como reuniões familiares. É quando revemos parentes e amigos de longa data, há muito não vistos. Ao ligar para uma antiga babá da Fernanda – que não a vê há mais de vinte anos – esta se emocionou, chorou, se atrapalhou e chegou a adoecer de tanta alegria. Amigos e parentes ficam felizes pela lembrança e pelo convite. Pena não podermos convidar todos à revelia. Muitos com quem gostaríamos de dividir a alegria do casamento acabam ficando de fora. Felizmente, apenas fora da festa. Jamais da alegria.

Check 1

Ter encontrado um vestido de noiva pronto em São Paulo foi o equivalente a encontrar a agulha no palheiro. Dizem que em São Paulo, o que você imaginar você encontra e se em São Paulo não existir é porque ainda não inventaram. Digo que para agradar ao gosto minimalista, perfeccionista e exigente da minha filha é preciso ser impecável, exclusivo e estonteante. Dá para imaginar minha filha e o milagre branco encontrado em São Paulo? Quase me ajoelhei frente à tamanha façanha. Ambas sabemos do que nos livramos: uma peregrinação a estilistas, provas e mais provas do vestido com a incerteza do resultado final. Sem contar na ironia do destino ou apenas na bela coincidência: A estilista do vestido é australiana. A Fernanda adora dizer que foi pra Austrália conhecer  seu marido brasileiro, e que veio ao Brasil encontrar seu  vestido de casamento australiano. Então “check” no vestido de noiva.

Segundo item: convites. Chegando a POA ontem pela manhã em vôos diferentes, ao avistá-la fui comunicada dos avanços e compromissos do dia. Além de alguns itens mais pessoais, duas visitas a serigrafias para conhecer papeis. Sim. Conhecer quais materiais estarão à disposição para a criação exclusivíssima dos convites de casamento é o primeiro passo para que minha filha – publicitária e designer – visualize e crie o convite. Nada de peças prontas ou cópias de convites lindíssimos. A ideia é que seja único e que transmita como são os noivos e como será a festa de casamento. Gosto disso, mas soa como “Pra que fazer fácil se pode fazer difícil”. Ideias rabiscadas, troca de experiências, termos novos aprendidos. A data limite para o envio do projeto dos convites é dia 14, para que estejam em mãos – no máximo em 3 semanas – e Fernandinha possa respirar aliviada e retornar tranquila à Austrália, com mais um check na lista.  Acho que isto me dá um dia – no máximo dois – de folga.

Mas antes, já está agendado horário com o cerimonialista no local da festa. Minha presença é fundamental, por que ÀS VEZES, tenho ótimas ideias. Mereço!!!! Na minha vã ingenuidade, imaginei participar deste tipo de decisão e preparativos num estágio mais avançado de organização. Mas, como ÀS VEZES, tenho ótimas ideias, vai que surge um diamante bruto. Por conta disso, tive de me resignar a tomar meu Lexotan 3mg ontem à noite mesmo. A estratégia era tomar um comprimidinho rosa assim que acordasse durante a noite – certeza de uma insone experiente – e garantir horas a mais de sono tranquilo e revigorante, manhã adentro. Talvez no feriado. Ou no fim de semana

Tomara que possamos dar vários “checks” naquela lista mirabolante, e torcer para que eu tenha várias ótimas ideias.