Forjando a armadura – Rudolf Steiner

“Nego-me a submeter-me ao medo Que me tira a alegria da minha liberdade Que não me deixa arrriscar nada. Que me torna pequeno e mesquinho, que me amarra, Que não me deixa ser direto e franco, que me persegue Que ocupa negativamente a minha imaginação, Que sempre pinta visões sombrias.   No entanto não quero…