Espero

Comentei do meu caso sério com a cama.

De um amor à toda prova.

Talvez pensem que sou

ou, estou preguiçosa

– certamente, estou ficando –

una namoradeira-leitora-ninfodorminhoca.

A verdade

é que por experiência vivida e sofrida

passar o mês na cama,

de cama,

é amuleto.

Mandinga para o corpo e a pele

cobrança pela agressão,

a intromissão,

a invasão.

Talvez seja este

– o mês –

o tempo de curar e sarar.

O sossego da cama,

a leveza dos lençóis

o calor das cobertas,

a suavidade do tempo

que dorme em si mesmo,

sossegue a alma

adormeça as ilusões

recupere a fé

e se levante para a vida.

Espero que este seja o tempo

Para este corpo meu

Se inteirar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s