Que animal te representa?

Quando criança adorava (e aindo adoro) gatos. Me criei salvando gatos da determinação do meu avô de evitar que as ninhadas sobrevivessem.

gato

O gato é um animal que simboliza a independência, a sabedoria, a sensualidade, a sagacidade, o equilíbrio. Além disso, esse animal místico representa a fusão do espiritual e do físico e seu simbolismo é muito diverso, oscilando entre as tendências benéficas e maléficas.

Já adulta passei a gostar muito de elefantes. O corpo gigante, o olhar meigo e a cultura familiar que norteia o funcionamento dos paquidermes sempre me cativaram.

elefante

O elefante é símbolo da boa sorte. Simboliza também sabedoria, persistência, determinação, solidariedade, sociabilidade, amizade, companheirismo, memória, longevidade e poder.

Lá pelos 40 anos adotei a fênix como meu símbolo animal. O mito da Fênix me inspirava e me estimulava a sobreviver e renascer sempre que a vida impunha mudanças. Recomeçar e me reinventar eram quase um lema de vida.

fenix

A fênix simboliza a imortalidade, os ciclos naturais de vida e morte, o renascimento e, até mesmo, a existência de uma vida pós mortem. Era tida como um símbolo de persistência, de transformação, de recomeço e, principalmente, de esperança, como se fosse uma vitória da vida sobre a morte. Acreditava-se – e ainda acredita-se em algumas culturas – que a fênix possuía uma força sobrenatural, permitindo-lhe carregar fardos excessivamente pesados, como até mesmo um elefante. Apesar dos diversos estudos já realizados, não foram concluídas teses sobre a fênix, e seu mito acabou se difundindo não apenas no Egito, mas também na Grécia e posteriormente em muitos outros países e culturas.

E agora, enfim, me identifico com a libélula. Ela era inclusive uma das criaturas que mais encontrava em casa. De tanto vê-la, e me alegrar com sua presença, acabei me identificando com ela.

libelula

A libélula é símbolo da elegância e leveza, assume um caráter positivo de rapidez e atividade e é símbolo da renovação após períodos de dificuldade.

No Japão, por sua vez, a libélula simboliza a coragem, a força e a felicidade. Trata-se de um símbolo imperial desse país, que também é chamado de “Ilha da Libélula” (Akitsu-shima) em decorrência do seu formato que, ao ser observado do alto por Jimmu-tennô teria dito que o Japão tinha o formato de uma libélula.

Maturidade e profundidade de caráter – a líbélula em quase toda parte do mundo simboliza a mudança. Mudança na perspectiva da auto-realização e do tipo de mudança que tem sua origem na maturalidade mental e emocional que é a compreenção do significado mais profundo da vida. A tradicional associação das libélulas com a água também dá origem a esse significado. O vôo da libélula correndo através da água representa um ato de ir além do que está na superfície e olhar para as implicações mais profundas no aspécto da vida.

Poder – O vôo ágil da libélula e sua capacidade de se mover em todas as seis direções exalam um sentimento de poder e equilíbrio – algo que só vem com a idade e maturidade. A libélula pode se locomover a incríveis 45Km/h, pairar como um helicóptero, voar para trás como um beija-flor, para cima e para baixo, além de ambos os lados, o que representa o sopro da mente. O aspecto inspirador é a forma como a libélula realiza os seus objetivos com a maior simplicidade e eficiência. A melhor parte é que a libélula faz isso com elegância e graça que pode ser comparado a uma bailarina veterana.

Derrota às auto-ilusões – A libélula expõe sua iridescência tanto em suas asas, como sobre o seu corpo. Iridescência é a propriedade de um objeto para se mostrar em cores diferentes dependendo do ângulo e da polarização da luz que cai sobre ele. Esta propriedade é vista como o fim das ilusões criadas por si mesma, transformando-se numa visão clara sobre a realidade da vida. A propriedade mágica de iridescência também está associada com a descoberta das próprias capacidades de desmascarar o verdadeiro eu e remover as dúvidas quanto a sua própria identidade. Diretamente falando, essa ação significa auto-descoberta e remoção das inibições.

Foco na vida e no momento – A libélula vide normalmente a maior parte de sua vida como uma ninfa, imatura. Ela voa por apenas uma fração da sua vida e geralmente não mais que alguns meses. A libélula adulta faz tudo nestes poucos meses e não deixa nada a desejar. Este estilo de vida simboliza e exemplifica a força do viver o momento e viver a vida ao máximo. é no viver do momento que você está ciente de quem você é, onde está, o que você está fazendo, o que você quer, o que não quer, além da possibilidade de fazer escolas com base no momento em que se vive.

Esta capacidade permite que você viva sua vida sem arrependimentos como uma libélula grande.

Um olhar que vai além – Os olhos da libélula possui uma capacidade de visão incrível e inspiradora. 80% do seu cérebro está voltado para a potencialização da sua visão, propriciando assim uma vista de 360° em torno de si. Esta visão global simboliza a visão desinibida da mente e a capacidade de ver além das limitações do ego humano. Simboliza também o abrir dos olhos do homem para o além do materialismo, ver na imensidão do universo e da mente humana a sua essência, o seu espírito.

Interessante esta assossiação entre animal simbólico e momento de vida. Símbolos tem me encantado muito. De certa forma, eles mostram como estamos vivendo, no que acreditamos, nossos conflitos, valores, momentos e dificuldades.

Já pensou qual o animal que te representa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s